quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Papai...

A você, que me deu a vida e me ensinou a vivê-la com dignidade, não bastaria um obrigado.
A você, que iluminou meus caminhos obscuros com afeto e dedicação, para que eu o trilhasse sem medo e cheia de esperanças, não bastaria um muito obrigado.
A você, que se doou inteiro, e renunciou a seus sonhos, para que, muitas vezes, pudéssemos realizar os nossos. Pela longa espera e compreensão durante nossas "longas viagens", não bastaria um muitíssimo obrigado.
A você, PAI por natureza, por opção e por amor, não bastaria dizer que não tenho palavras para agradecer tudo isso...
Sinta somente... Onde quer que você esteja...
Amo você!

"... Pai, você foi meu herói, meu bandido

Hoje é mais, muito mais que um amigo

Nem você nem ninguém tá sozinho

Você faz parte desse caminho

Que hoje eu sigo, em paz!..."

Fábio Jr.


Raquel

0 Amigos comentaram!!...: